Como a tecnologia pode tornar a logística mais inteligente

A logística é um dos setores mais complexos de uma empresa. Temos uma larga rede de processos – cada um com normas e regulamentações específicas – que precisa funcionar de forma simples, produtiva e veloz.

Um levantamento realizado pela Fundação Dom Cabral, que contou com a participação de 142 empresas de 22 segmentos industriais, revelou que, em 2015, transportes e armazenagem foram responsáveis por quase 12% das despesas das empresas. Entre as empresas com volume de vendas entre R$500 milhões e R$1 bilhão, esse custo sobe para 30%.

O grande desafio em gerir uma rede logística está em simplificar os processos, integrar informações em um só ponto e manter a capacidade de se adaptar à demanda, garantindo redução de custos e alta produtividade. Com um sistema de gestão de rede logística é possível vencer esse desafio e ir além.

Gerenciamento estratégico de frete

Uma solução de serialização e rastreabilidade de produtos oferece ao setor logístico maior controle sobre seus itens. Com essa tecnologia é possível obter uma visibilidade 360º do ciclo de vida do produto, facilitando o compliance e agilizando processos de recall.

Visualização, colaboração e transparência em rede

As redes logísticas precisam estar conectadas, com fornecedores, setores de finanças, compras e vendas bem alinhados. Com um sistema de gestão em nuvem o setor de logística consegue maximizar a estratégia de distribuição, otimizar a colaboração e aumentar a transparência em sua rede. A colaboração entre operadores e transportadoras ajuda a otimizar o tempo e melhorar a automatização do processo. Um sistema integrado em nuvem permite conectar todos os participantes da rede de logística de forma simples, ágil e com mobilidade.

Previsão e redução de custos

Imagine a quantidade de informações que podem ser coletadas em cada uma das operações realizadas em um centro logístico. Com soluções de Big Data é possível extrair todos esses dados e, principalmente, obter insights valiosos sobre eles. Informações de tempo, produtividade por veículo e muitas outras servirão como base para o aperfeiçoamento dos processos, ajudando na redução de custos. Tecnologias preditivas dão um passo além, dando aos gestores de logística visibilidade sobre possíveis cenários, permitindo que eles antecipem suas ações.

Com a análise preditiva, Big Data e colaboração em nuvem, um sistema de gestão de rede logística pode ajudar o setor a agir com mais inteligência e velocidade.

Artigo extraído  do site: http://news.sap.com/