UM NOVO ERP OU UM PARCEIRO BPO?

Na busca por atualização, empresas se veem divididas entre a aquisição de um software robusto ou um parceiro BPO.

Todo empreendedor está fadado a enfrentar as evoluções tecnológicas. A velocidade das informações transforma negócios em períodos curtos de tempo e demanda atualizações constantes. As atividades se tornam mais complexas e exigem mais tecnologia e conhecimento para a execução de processos até então rotineiros. E, tudo isso, acontece em tempo real. Ou seja, suas operações não param para esperar por novidades tecnológicas que vão melhorá-las. Assim como a tecnologia não respeita seu tempo de adaptação e, de uma hora pra outra, vira de ponta a cabeça toda a realidade do mercado.

Se você já passou ou está enfrentando esse momento, sabe que só uma nova solução é capaz de manter a qualidade dos serviços e a expansão do negócio. Não se assuste! Nesse momento é necessária a calma para discernir com propriedade sobre o que é melhor em sua situação: um novo ERP ou um parceiro BPO?

Em um primeiro momento, a aquisição de um novo ERP parece a ideia certa. Afinal, se o antigo sistema de gestão já não está dando conta, por que não trocar por um mais robusto?

Apesar de comum, a estratégia necessita ser pensada, especialmente quando em contraposição com a contratação de um parceiro BPO. Ao adquirir uma parceria, é possível ter operações realizadas por especialistas, com as tecnologias mais adequadas do mercado. Em contraposição a aquisição de um software, exclui os gastos e desgastes com aprendizagem, adequação e treinamentos. E como, na maioria das vezes, a rapidez dos processos rotineiros não permite tempo para a inserção bem feita do software na empresa, a terceirização funciona como uma alternativa eficiente.

Ao investir em um parceiro de confiança, você passa a obter informações com maior rapidez e assertividade. Em contrapartida, um ERP em sua empresa exige atualizações constantes que comprometem o resultado e a qualidade desses conhecimentos. Além disso, o custo de investimento em um ERP pode ultrapassar os necessários a fomentação de parcerias. Com o parceiro BPO, todo o dinheiro economizado pode ser revertido em atividades estratégicas da empresa, como marketing, financeiro e comercial.

Com a terceirização de Back Office, uma organização trabalha de forma muito mais integrada, especialmente para empresas que precisam de um ERP competitivo. Assim sendo, as operações são padronizadas com um controle claro das responsabilidades e deveres de cada setor.

Não é possível se esquivar da evolução tecnológica do mercado. Investir em novos softwares não deixa de ser uma alternativa, mas é necessário avaliar o todo, porque integração é a palavra que permite crescimento, com padronização e garantia de qualidade de serviços. Assim sendo, vale a pena pensar em um parceiro de BPO, pois expandir com responsabilidade e otimizar processos se torna ainda mais fácil com parceiros que acreditem e trabalhem de forma sistematizada e integrada aos objetivos de seu negócio.